Blog › 06/06/2016
Como usar joias antigas ou herdadas
437 Views

Além de trazer boa sorte, as joias de família podem dar um toque especial no seu look noiva. Que tal usar no seu casamento? Veja como escolher a que mais combina com você.

img-6259_13_159116

Seja um colar, uma pulseira ou brincos, as joias antigas ou de família inspiram muita história e tradição à quem as carrega. Além de grande valor sentimental, elas podem ainda ser o acessório ideal ao seu vestido de noiva.

                                   Simpatia de Amor

Chamado de sortilégio, encantamento ou simpatia, a origem de usar joias antigas ou de família, surgiu na Inglaterra no século XIX. As noivas deveriam usar “algo novo, algo velho, algo emprestado, algo azul e uma moeda de prata dentro do sapato para trazer boa sorte”.

Muito comum entre as noivas de hoje, que continuam com esse costume e não  querem arriscar cortar a tradição. Coisa antiga ou velha, continuidade da família, daí a tradição de usar joias herdadas de família.

Algo emprestado, quer dizer que pode contar com a ajuda dos entes queridos, também pode ser emprestado por alguém que é muito feliz no casamento.

img-4547_13_121635

Por onde começar

Qualquer joia de família, ou até um pedaço de uma joia quebrada, que recuperada, pode se tornar um detalhe para compor seu traje. Basta usar e abusar da imaginação.

Procure um joalheiro para te ajudar a tornar essa joia ideal para seu casamento. Um pente antigo com pérolas incrustadas pode ser um detalhe no cabelo, ou uma pulseira de brilhantes que pode se transformar em uma tiara.

Se você tem um par de broches “vintage”, pode ser um adorno nos seus sapatos. A sua costureira ou um estilista também podem ser bons conselheiro nessa hora, mostre o que gostaria de adaptar e eles podem sugerir algo que fique perfeito.

Menos é mais

Selecione a joia de acordo com seu próprio estilo e personalidade, mas tenha em mente que a moderação deve prevalecer, o menos é mais. Nosso conselho é que muitas peças desse estilo podem carregar o seu look noiva, assim use com discrição. Duas peças no máximo para compor seu traje, não sobrecarregue com muitos adornos.

Vestido como base

Clássico, sereia, vintage, princesa, qual é o estilo e corte do seu vestido?  A tendência do vestido e o penteado são os pontos de partida para a escolha da joia.

O tipo de decote do vestido é o que vai ditar o ornamento a ser usado. Se o vestido tiver um decote em V profundo, um colar longo com um pingente “lágrima Art Deco”,  ou um “colar sautoir”. Se o decote for canoa, é permitido  uma gargantilha delicada, com tendência “vintage”.

cris-e-luis-morande-by-pectore-fotografo-arnaldo-cellani-junior-520_13_143923

Penteado

A forma que quer usar o cabelo é o que vai definir os brincos. Se for usar algum adorno na cabeça,  os brincos deverão ser pequenos e sóbrios.

Cabelo solto também pede um brinco modesto, tipo botão de diamante, ou pérola. Para o cabelo preso e sem adorno, ai sim pode esbanjar com um brinco pingente mais longo.  Você também pode usar joias na cabeça, ficam muito elegantes, alfinetes de diamantes nas laterais do penteado, um broche antigo ou uma tiara.

Pulseiras e anéis

Um bracelete ou uma pulseira de brilhante, no braço que vai carregar o buquê, é perfeito para dar um toque de glamour. Anel também está permitido, água marinha ou outra pedra com tom azulado, seria perfeita para seguir o costume no algo azul.

Via casamentos.com.br

Imprima Esta Postagem